Quais são os símbolos do Natal?

DSC_2243

Por Redação Luterana Vitória | 12 de dezembro de 2012 às 19:59 | 1 Comentário | , ,

Celebrar o Advento e o Natal, deixando-se envolver pelo espírito de paz e alegria, está ficando cada vez mais difícil. O ritmo de vida está mais acelerado e as exigências na vida profissional e social estão maiores. Hoje, muitas vezes, chega o Natal e a casa continua “pelada” e o espírito despreparado. Talvez a despensa esteja cheia e os presentes tenham sido comprados, mas o sentido da celebração natalina foi esquecido. Redescobrir e vivenciar a riqueza dos símbolos e tradições de Natal pode resgatar o significado do nascimento de Jesus Cristo para a nossa vida e pode nos encher do espírito natalino.

Coroa do Advento

A coroa de Advento é uma guirlanda verde, sinal de esperança e vida, enfeitada com uma fita vermelha, que significa o amor de Deus que nos envolve e o nosso amor pelo Filho de Deus que vai nascer. Na coroa encontramos 4 velas, uma para cada domingo de Advento. A cada domingo acendemos uma vela até chegar no 4º domingo, quando todas estão acesas. As 4 velas acesas simbolizam que Jesus Cristo – a luz do mundo – chegou!

 

 

Árvore de Natal

O pinheiro foi escolhido para ser árvore de Natal porque, nos países frios, as árvores estão totalmente desfolhadas na época de Natal, parecendo estarem mortas. O pinheiro, ao contrário, continua viçoso, com suas folhas verdes. Como símbolo da vida, nós o enfeitamos para receber Jesus Cristo, a verdadeira vida. A árvore de Natal tem um profundo sentido, sobretudo quando a família se reúne em torno dela para comemorar a vinda de Jesus, através da leitura da Bíblia, da oração, dos cânticos natalinos e da confraternização na troca de presentes.

 

Presépio

Francisco de Assis, em 1223, idealizou o primeiro presépio, a cena do ambiente onde Jesus nasceu. A realidade do presépio faz com que lembremos os ensinamentos de Jesus: pobreza, simplicidade, humildade, fé. A linguagem visual, às vezes, fala mais alto do que as palavras. Torna-se expressão de uma fé viva. A forma do presépio vai se adaptando à evolução da arte através da história. Jesus não nasceu apenas há dois mil anos, nasce também no mundo de hoje.

 

 

O Sino

O sino é sinal de alegria. Um grande acontecimento é anunciado com o toque festivo dos sinos. O sino lança mensagens no ar. O nascimento de Jesus é a grande mensagem que precisa ser anunciada para a libertação do ser humano.

 

 

 

A Estrela de Natal

O evangelista Mateus narra que no nascimento de Jesus apareceu no céu uma estrela que guiou os magos até a estrebaria de Belém. Cristo é a nossa estrela, e, quanto mais nos aproximarmos de sua luz,

acheter cialis 5mg

mais poderemos ser luz guiando outros ao encontro de Deus. O/A cristão/ã deve ser uma estrela de fé, amor e esperança para o seu irmão e sua irmã.

 

 

Bolas Coloridas

As bolas coloridas que enfeitam o pinheirinho querem representar os frutos da árvore viva que é Jesus. Jesus nos ensinou o amor, o perdão, a verdade, a oração, a fé, a esperança. Todas estas virtudes são frutos da fé e da vida das pessoas unidas a Cristo.

 

 

 

Ceia de Natal

Na ceia de Natal, as famílias reúnem-se para festejar o nascimento do Filho de Deus. Costuma-se colocar no centro da mesa uma vela para simbolizar que Cristo é a nossa luz e está presente entre nós. Assim, reunir-se na noite de Natal para participar da ceia significa celebrar a vida, partilhar o amor, a reconciliação.

 

 

Velas de Natal

As velas simbolizam a presença de Cristo como luz do mundo. Ele próprio disse: “Eu sou a luz do mundo”. Acendendo velas no Natal queremos alimentar a nossa fé e nos desafiar mutuamente a sermos também luz para o mundo. Cristo, a luz do mundo, convida a nos tornarmos luz, alegria e felicidade para as outras pessoas. Isto exige a doação de si mesmo, como a vela que se consome para poder iluminar.

 

 

Arranjos Secos

Os arranjos secos trazem uma mensagem de alerta: O que está seco não tem vida. Olhando-os, refletimos sobre a nossa situação de distância daquele que é a vida verdadeira: Jesus Cristo. Jesus veio para que tudo se desenvolva, para que tudo tenha vida. Há em nosso mundo muitos sinais de morte que podem ser vencidos pela mensagem de vida que Jesus quer comunicar através de nós.

 

 

Anjo

“Glória a Deus nas alturas e paz na terra às pessoas a quem ele quer bem”. Esta mensagem do anjo traz muita alegria a todos nós. Anjo é sempre um mensageiro de Deus. Um anjo anunciou a Maria que ela

online pharmacy no prescription

seria mãe de Jesus, falou com José a respeito e anunciou aos pastores o nascimento do menino. Como símbolo do Natal, o anjo quer nos desafiar a sermos mensageiros da boa nova de Deus para a humanidade: “Nasceu para vós, hoje, um Salvador”.

 

 

Presentes de Natal

Jesus foi o grande presente de Deus para nós. Por isso, no Natal presenteamos aquelas pessoas que nós amamos, lembrando da alegria que estamos sentindo pelo fato de Jesus ter nascido entre nós. Doar presentes para a felicidade das outras pessoas é viver o amor, a doação que Cristo nos ensinou.

 

 

 

Papai Noel

A origem do Papai Noel tem pouco a ver com Jesus Cristo, mas não deixa de ser um símbolo de Natal, mesmo que ligado ao aspecto consumista. O Papai Noel surgiu a partir da pessoa de São Nicolau, um bispo muito humanitário que viveu na Europa. Este bom velhinho distribuía balas e presentes para as crianças pobres de sua cidade, trazendo-lhes a felicidade.

 

 

Cartões de Natal

O

viagra tablets

envio de cartões de Natal é uma maneira muito bonita de evangelizar, de comunicar o evangelho de Jesus Cristo. As mensagens de Natal ajudam-nos a compreender que Jesus Cristo continua nascendo entre os seres humanos. A arte, o cuidado com a confecção das mensagens são formas preciosas de desejar um Feliz Natal e um Feliz Ano Novo que se aproxima.

 

 

Canções de Natal

As canções de Natal constituem um símbolo de comunicação sonora. Através das mensagens cantadas anuncia-se o nascimento de Jesus. Algumas canções são tão significativas no Natal que não se pode imaginar uma celebração natalina sem elas, como por exemplo “Noite Feliz”, de Franz Gruber, composta em 1818. As apresentações de corais também são uma característica da época de Advento e Natal.

 

 

Igreja Luterana em Uberlândia – Pastora Noeme e Pastor Klaus

Sobre o Autor

1 Comentário

  1. luana (25 de março de 2012 at 16:48)

    nossa eu adorei esse saite mi espira a dora a deus

Deixe um Recado